Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio

SIAL Oriente Médio terá participação de catorze empresas brasileiras do setor alimentício

A mostra terá um pavilhão brasileiro com 14 expositores dos ramos de carne bovina e de frango, ovos, pescados, frutas da Amazônia, café, biscoitos e doces, ingredientes para a indústria de alimentos e bebidas, grãos, água mineral e outros produtos.

O espaço do Brasil é organizado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e pelo Itamaraty, com apoio da Câmara de Comércio Árabe Brasileira e da Agência Brasileira de Promoção de Exportação e Investimentos (Apex-Brasil). A feira está em sua oitava edição e é uma versão para a região da tradicional mostra de mesmo nome que ocorre em Paris, na França.

Vão participar da exposição a Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo); a Amazônia, de açaí e acerola; a trading de alimentos ALM Brazil; a Casa do Peixe e a Peixe Brasil, de pescados; a Cia Iguaçu de Café Solúvel; a Cory, de biscoitos e doces; o frigorífico Mafripar; a MatPrim Alimentos, de ingredientes e extratos; a Native Agro Foods, de soja e milho; a Sapi Foods, de frango, ovos e carnes processadas; a Shinoda Alimentos e a Maxxi Ovos, de ovos e sucos; e Solo Water, de água mineral.

Segundo informações da administração da feira, são esperados mais de 900 expositores e 16 mil visitantes. No ano passado, a mostra contou com pavilhões de cerca de 30 países.

Paralelamente à Sial, na terça-feira (13), será realizado o Brazil-Middle East Agribusiness Investor Road Show, também organizado pelo Mapa e pelo Itamaraty, com apoio da Câmara Árabe e da Apex.

Neste evento, empresas brasileiras que têm projetos na área de agronegócio interessadas em atrair capital participarão de rodada de negócios com representantes de fundos e outros potenciais investidores da região. Serão apresentados projetos de construção ou ampliação de frigoríficos, usinas de açúcar, cultivo de soja e milho, armazenagem, agroenergia, entre outras.

O presidente da Câmara Árabe, Rubens Hannun, o assessor de projetos especiais da entidade, Tamer Mansour, e a executiva de negócios internacionais, Fernanda Baltazar, estarão tanto na feira quanto na rodada.

Intercâmbio

Os representantes da Câmara Árabe vão também se reunir com executivos de instituições dos Emirados para divulgar o Fórum Econômico Brasil-Países Árabes, que será realizado em São Paulo em abril de 2018, evento que tem apoio da União das Câmaras Árabes e da Liga dos Estados Árabes. O encontro inicialmente estava programado para ocorrer em fevereiro, mas foi adiado para abril.

“Vamos visitar estas instituições para atualizar nosso relacionamento, reforçar a divulgação do fórum e convidá-los para participar”, comentou Hannun.

Na volta, Hannun e Mansour farão escala em Paris, onde terão reunião no Instituto do Mundo Árabe (IMA), organização de divulgação cultural. A Câmara Árabe tem um acordo de cooperação com a entidade parisiense. “Nós vamos reforçar este acordo e estudar com eles a realização de algum evento no Brasil”, concluiu Hannun.

Na capital francesa, eles terão ainda reuniões na Câmara de Comércio Árabe-Francesa e na Câmara de Comércio Internacional (ICC, na sigla em inglês), instituição da qual a Câmara Árabe Brasileira faz parte.

Imprensa:
Enviar matéria
Data de Publicação: 13/12/2017 às 17:40hs
Fonte: ANBA
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio © Copyright 2013 Portal do Agronegócio. Desenvolvido por: