Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio

Seca afeta oferta de cana e reduz projeção para açúcar da Índia

A produção poderá totalizar 20,3 milhões de toneladas no período de um ano que começou em 1º de outubro, contra 21,3 milhões de toneladas estimadas em janeiro e 23,4 milhões de toneladas previstas em setembro, informou a Associação Indiana de Usinas de Açúcar em comunicado enviado por e-mail na terça-feira. O total seria o menor desde 2009-2010 e contrasta com a estimativa do governo, de 22,5 milhões de toneladas. O país produziu 25,1 milhões de toneladas na safra 2015-2016.

Os estoques no dia 1º de outubro deste ano poderão apresentar queda de pelo menos 46 por cento e atingir o menor patamar em 12 anos, de 4 milhões a 4,2 milhões de toneladas, afirmou o grupo. O montante será suficiente para atender à demanda até o fim de novembro e o açúcar produzido na safra 2017-2018 chegará ao mercado no fim de outubro, informou o grupo. Não será necessário complementar a oferta local com compras no exterior, disse a Isma, devido à expectativa de que a produção de cana de Maharashtra vai se recuperar.

A Índia é o segundo maior país produtor de açúcar do mundo. A produção deverá totalizar 20,4 milhões de toneladas na temporada 2016-2017 e o país poderia importar 1,7 milhão de toneladas, segundo pesquisa da Bloomberg realizada no mês passado. Apesar de a perspectiva de redução da oferta ter elevado os preços domésticos em 8,4 por cento desde o início de dezembro, o país manteve um imposto sobre as importações de 40 por cento.

As vendas de açúcar pelas usinas poderão totalizar 23,8 milhões a 24 milhões de toneladas nesta temporada, contra 24,8 milhões de toneladas na safra anterior, informou a Isma.

Imprensa:
Enviar matéria
Data de Publicação: 13/03/2017 às 12:20hs
Fonte: Bloomberg
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio © Copyright 2013 Portal do Agronegócio. Desenvolvido por: