Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio

Rotam projeta crescimento de 200% nos próximos anos

A Rotam, multinacional com sede em Hong Kong e polo de fabricação na China, projeta um crescimento de até 200% nos próximos sete anos. A empresa atua no Brasil com soluções para proteção a lavoura e aposta em cinco novos lançamentos para 2018 e na expansão de área de atuação e de profissionais para alavancar os negócios no País. “Atuamos com operações diretas em mais de 75 países nos setores de Defensivos Agrícolas, Nutrição Vegetal, Sementes e Saúde Animal”, destaca Vitor Raposo, gerente de marketing Rotam do Brasil.

Para atender a demanda do mercado, a Rotam, que atua em regiões importantes como América do Norte, América Latina, Europa, e Oriente Médio, Ásia, na China, incluindo Taiwan e Áreas Emergentes, já possui 1.428 registros de produtos globalmente. Sua estrutura conta ainda com a colaboração de 253 cientistas que compõe as equipes de Pesquisa e Desenvolvimento.

Com mais de 60 anos de experiência no setor a empresa começou a operar no Brasil em 2003 e desde então vem crescendo acima do mercado. Desde o início de sua atuação, investiu fortemente em infraestruturas de armazém e estação experimental. Outro investimento tem sido no atendimento ao cliente. Atualmente, a equipe de campo é composta por gerentes de vendas, gerentes regionais e representantes técnicos de vendas que estão locadas em regiões estrategicamente importantes do País.

Ao todo 39 profissionais de vendas no campo dão suporte aos produtores e clientes. “Nos últimos 10 anos crescemos à uma taxa média anual de 20%. Hoje temos orgulho de ter parceiros que se beneficiam das nossas soluções agronômicas, na qualidade dos produtos e em nossa capacidade de superar as expectativas deles”, afirma, Vitor Raposo.

Foco na qualidade

Os produtos desenvolvidos pela empresa estão nas classes dos inseticidas, fungicidas, herbicidas, reguladores de crescimento e tratamento de sementes. “Realizamos pesquisa e desenvolvimento em torno de todos os aspectos de uma substância ativa existente, e acreditamos que toda uma nova geração de pesquisa e desenvolvimento se inicia uma vez que a patente da molécula expira, usando tecnologia para sempre obter resultados superiores e assim sermos referência de mercado”, diz o gerente de marketing.

Atualmente o Centro Global de Pesquisa e Tecnologia da Rotam que fica localizado em Kunshan, China, que é o primeiro laboratório no País a ter um certificado alemão de boas práticas laboratoriais BPL (GLP - Good Laboratory Practice. “As fábricas da Rotam são operadas seguindo os mais altos padrões de saúde, segurança e meio ambiente (ISSO 14001), além de garantia da qualidade. A empresa se esforça para melhorar a eficiência e a produção otimizando processos e empregando tecnologias”, finaliza o gerente de marketing da Rotam do Brasil.

Imprensa:
Enviar matéria
Data de Publicação: 30/04/2018 às 13:00hs
Fonte: Rural Press
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio © Copyright 2013 Portal do Agronegócio. Desenvolvido por: