Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio

Preços do açúcar continuam em queda nos mercados de Nova York e Londres

Segundo informações dos analistas consultados pelo jornal Valor Econômico, embora as perspectivas apontem uma safra mais alcooleira no Brasil, portanto com menor produção de açúcar, a oferta da commodity no cenário mundial é grande.

"Na Índia, segundo maior produtor global de açúcar, a produção entre outubro e dezembro do ano passado ficou 26% superior ao registrado em igual período de 2016, de acordo com a indústria local", informou a nota do Valor de hoje (11).

Na bolsa norte-americana, o vencimento março/18 fechou cotado a 14.65 centavos de dólar por libra-peso, queda de oito pontos. Na tela maio/18, a desvalorização foi de cinco pontos, com contratos firmados em 14.72 centavos de dólar por libra-peso. Os demais negócios caíram entre um e três pontos.

O mercado do açúcar também teve desvalorização em todos os lotes na bolsa de Londres. As cotações para março/18 fecharam negociadas a US$ 387,60, queda de 2,00 dólares. Na tela maio/18, a commodity foi comercializada a US$ 388,80, baixa de 40 cents de dólar. Os demais vencimentos tiveram retração entre 30 e 90 cents de dólar.

Mercado doméstico

No Brasil, os preços do açúcar caíram pela quarta vez consecutiva, de acordo com os índices levantados pelo Cepea/Esalq, da USP. A saca de 50 quilos do tipo cristal foi negociada a R$ 64,35, queda de 1,03% em comparação ao dia anterior.

Etanol hidratado

O etanol hidratado, vendido pelas usinas paulistas, caiu pela primeira vez no ano, segundo o marcador da Esalq/BVMF. O biocombustível foi comercializado a R$ 1.913,00, desvalorização de 0,31% em relação aos preços praticados na véspera.

Imprensa:
Enviar matéria
Data de Publicação: 11/01/2018 às 11:40hs
Fonte: Agência UDOP de Notícias
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio © Copyright 2013 Portal do Agronegócio. Desenvolvido por: