Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio

Palestrante do Fórum Brasileiro de Biodefensivos assegura que indústria de defensivo biológico atrai investidores venture capital

O bom potencial de crescimento da indústria de defensivo biológico no Brasil tem atraído o interesse de fundos de investimentos de venture capital. E a tendência deve continuar assim ainda por um bom tempo, segundo avaliação feita por Raffael Costa, dirigente da SP Ventures, durante painel sobre Linhas de Financiamento para a Produção de Biodefensivos no Fórum Brasileiro de Biodefensivos, promovido pela ABC Bio – Associação Brasileira das Empresas de Controle Biológico, em parceria com a Informa Agro, que começou ontem e continua nesta quarta-feira (30/8), em São Paulo.

“Além das boas perspectivas que impulsionam o segmento de biodefensivos, existem outras razões que tornam o segmento atrativo para o ventures capital, que são os elevados investimentos necessários para a produção de defensivos químicos e também uma forte pressão por parte da sociedade por alimentos produzidos com menor índice de resíduos e mais sustentáveis, que são algumas das características dos biológicos”, complemente o participante do painel do Fórum. Costa adiantou que a SP Venture, que já aportou recursos em 10 empresas do agronegócio, possui investimentos numa emprega de defensivo biológico que está em acelerado processo de expansão, com diversos investimentos em novas plantas e também em pesquisa e desenvolvimento, comprovando o “vigor do segmento”.

Além do dirigente as SP Venture, participaram também do painel sobre financiamento para produção de biodefefensivos, Martim Francisco de Oliveira e Silva, da área de Insumos Básicos do Departamento de Indústria Química, do BNDES – Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, e Luis Felipe Maciel, gerente de Biodefensivos da Finep, o braço de fomento de pesquisa do Ministério da Ciência e Tecnologia. Ambos descreveram as linhas de financiamento e de apoio de suas respectivas instituições, detalhando melhor as possibilidades para o segmento de biodefensivos.

O Fórum de Biodefensivos da ABC Bio prossegue nesta quarta (30), em São Paulo, com palestras de representantes da Embrapa, Bayer, Emater de Minas Gerais, Koppert, Korin, BSCA – Brazilian Specialty Coffee e IBD Certificações. Haverá também uma rodada de relatos de produtores que utilizam, com sucesso, os biodefensivos. Além disso, a ABC Bio anunciará a metodologia e o cronograma de uma pesquisa que deverá traçar uma radiografia do mercado brasileiro de biodefensivos.

Imprensa:
Enviar matéria
Data de Publicação: 05/09/2017 às 13:00hs
Fonte: Mecânica de Comunicação
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio © Copyright 2013 Portal do Agronegócio. Desenvolvido por: