Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio

Novo programa de manejo para maturação eleva a qualidade e a produtividade do canavial, indicam pesquisas

Pesquisador lidera experimentos que propõem uma nova técnica de manejo para a maturação de cana-de-açúcar, apoiada no Programa Mover®, da Stoller e no maturador Curavial®, da DuPont; ganho médio de produtividade é de 10,8 toneladas de cana por hectare e retorno financeiro de R$ 1.150/ha

Professor e pesquisador da Unesp de Botucatu (SP), o engenheiro agrônomo Carlos Alexandre Costa Crusciol deu um passo importante para derrubar o mito de que maturadores para a cana-de-açúcar, por paralisarem o crescimento da cana, interferem negativamente na produtividade da cultura, ainda que resultem em expressivos aumentos de ATR. Durante um ano, ele pesquisou o manejo integrado do maturador Curavial® ao Programa Mover®. Resultado: ganho de mais 10,8 toneladas de cana por hectare e de mais 9,5 kg de ATR por tonelada de cana.

Os estudos do professor tiveram início no final de 2016 e prosseguirão por mais dois anos, em áreas de lavouras pertencentes a cinco grandes empresas do setor sucroenergético. Segundo Crusciol, a pesquisa foi baseada em aplicações intercaladas do programa Mover®, da Stoller do Brasil, e do maturador Curavial®, produto da DuPont Brasil Proteção de Cultivos.

De acordo com o cientista, o retorno financeiro líquido obtido após a conclusão da primeira etapa dos ensaios, descontados os custos operacionais e a aquisição dos produtos, entre outros, chegou a R$ 1.150 por hectare.

Para as duas empresas que apoiam à pesquisa, o resultado do trabalho de autoria do acadêmico é altamente relevante ao setor sucroenergético.

“Significa mais cana e mais açúcar na safra, uma meta que as unidades produtoras de açúcar, etanol e energia perseguem obstinadamente, sobretudo nos ciclos de retração como o que atravessamos, em que o aumento da produtividade é estratégico à competitividade do setor”, resume Manoel Pedrosa, gerente de marketing da DuPont Brasil Proteção de Cultivos.

Roberto Risolia, gerente de marketing da Stoller do Brasil, ressalta os benefícios gerados pelo manejo desses produtos e entende que os resultados da pesquisa desenvolvida pelo pesquisador respaldam a importância da inovação na busca de soluções para o crescimento da agricultura. “Trata-se de um conceito que deverá ser absorvido rapidamente, pois eleva a qualidade da matéria-prima e impacta no desempenho agrícola e industrial das usinas”, diz o executivo.

Os executivos destacam ainda o conjunto de benefícios transferido ao setor sucroenergético pelo Programa Mover® + Curavial®, segundo indicam as pesquisas do professor Crusciol, sobretudo expressivos ganhos de ATR e a elevação da produtividade com alta velocidade de resposta.

Segundo a Stoller, o programa Mover®, formado pelos produtos Stimulate® e Mover®, atua na fisiologia da planta e auxilia na obtenção de ganhos de produtividade e de ATR. Tais insumos são também empregados com sucesso em diferentes culturas do agronegócio brasileiro, como hortifrútis, soja, milho, feijão, arroz e trigo.

Já a DuPont informa que o maturador Curavial® constitui uma ferramenta de suporte ao gerenciamento da colheita nas usinas. Segundo a empresa, o produto é um dos reguladores de crescimento mais empregados no Brasil com o objetivo de elevar a quantidade de ATR da cana, permitindo antecipar a colheita de variedades precoces, cana média ou tardia, entre outras.

As duas empresas acrescentam que firmaram um acordo de cooperação técnica com o objetivo de facilitar o acesso do mercado à tecnologia integrada do programa Mover® + Curavial®.

Mais informações: www.dupontagricola.com.br e www.stoller.com.br.

Imprensa:
Enviar matéria
Data de Publicação: 26/12/2017 às 15:00hs
Fonte: Assessoria de Imprensa DuPont Proteção de Cultivos/Brasil Stoller do Brasil Ltda.
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio © Copyright 2013 Portal do Agronegócio. Desenvolvido por: