Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio

Nova marca da LP Sementes lança três híbridos de milho de alta performance na Expodireto

Com lançamento programado para o segundo trimestre, a nova marca de sementes de milho da LP Sementes e Biotecnologia, que substituiu a Dow Sementes, participa de 5 a 9 de março, em Não-Me-Toque, da Expodireto Cotrijal. Nova marca está lançando três híbridos de milho: 2B481, 2B450 e 2B533. Com perfis complementares, os produtos reforçam o portfólio da marca nos segmentos de alto investimentos no mercado de grãos e silagem. A marca apresenta também uma parcela demonstrativa da inovadora tecnologia PowerCore™ Ultra, em fase de pré-lançamento, que possui quatro proteínas inseticidas e age tanto no controle das principais pragas do milho quanto na tolerância aos herbicidas glifosato e glufosinato.

Os novos híbridos 2B481 e 2B450 atendem o agricultor quando a demanda é por superprecocidade. Ambos se destacam pelo alto teto produtivo e ótima adaptação. O híbrido 2B481 é altamente indicado para a região Sul do Brasil com ótima recomendação ao mercado de grãos e para os produtores que buscam os melhores resultados nos primeiros plantios de verão, a recomendação de população varia entre 65 e 75 mil plantas por hectare. Já o 2B450 apresenta alto teto produtivo e excelente stay-green, entregando ótimos resultados aos agricultores. A população recomendada varia entre 65 e 75 mil plantas por hectare. É recomendado para as épocas iniciais de plantio de verão, para toda a região Sul do Brasil.

Outro lançamento da nova marca é o 2B533, indicado para produção de grãos e silagem de planta inteira e grãos úmidos. O híbrido reúne características que resultam em silagem com alta produção de nutrientes digestíveis totais por área e boa participação de grãos na silagem, com maior valor energético. Tem apresentado ampla adaptação em todas as janelas de plantio no Sul do Brasil. O híbrido 2B533 será a nova referência no mercado de silagem, entregando alta performance ao pecuarista de leite.

A nova marca também apresenta na Expodireto, outros materiais já conhecidos pelo agricultor gaúcho. Um deles é o 2A521, híbrido precoce com máximo teto produtivo cuja recomendação de população fica entre 70 e 75 mil plantas por hectare, se destacando nas épocas de plantio iniciais e com resultados espetaculares em regiões de maior altitude. A nova marca leva para a Expodireto o 2B512, que oferece pela ótima relação custo-benefício, sendo recomendado para produção de grãos e silagem com alto teto produtivo. No estande da nova marca os visitantes poderão observar ainda o híbrido precoce 2A620, para o mercado de grãos para o alto investimento, e também o 2B610, de ciclo precoce, indicado para produção de grãos, que tem se apresentado como uma excelente opção para os plantios de outubro e novembro no Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Os agricultores que forem ao estande da nova marca da LP Sementes na Expodireto poderão observar parcelas demonstrativas dos híbridos indicados para silagem de alta qualidade no ponto ideal de corte e a silagem pronta disponível para avaliação dos visitantes. Os produtores também receberão informações sobre a tecnologia Powercore™ Ultra, sobre o Tratamento de Sementes Industrial para a proteção da lavoura contra diversos insetos e doenças iniciais da cultura do milho e sobre manejo de silagem de alta qualidade.

PowerCore™ Ultra

PowerCore™ Ultra é uma tecnologia inovadora embarcada em sementes de milho que agrega seis proteínas com o objetivo de auxiliar no aumento da rentabilidade no campo, de acordo com condições climáticas e a adoção das práticas de manejo adequadas. Quatro proteínas inseticidas auxiliam no controle das principais pragas da cultura do milho, incluindo tanto lepidópteros da parte aérea quanto lagartas de solo. Outras duas proteínas conferem às plantas tolerância aos herbicidas glifosato e glufosinato de amônio.

A ação quádrupla das proteínas inseticidas de PowerCore™ Ultra reduz a chance da praga desenvolver resistência simultânea auxiliando no controle das populações das seguintes pragas que atacam a cultura do milho: Lagarta-do-cartucho (Spodoptera frugiperda), Lagarta-elasmo (Elasmopalpus lignosellus), Broca-do-colmo (Diatraea saccharalis), Lagarta-rosca (Agrotis ipsilon), Lagarta-da-espiga (Helicoverpa zea) e Lagarta-preta-das-folhas (Spodoptera cosmioides).

Já a tolerância ao glifosato e ao glufosinato proporciona mais segurança e flexibilidade ao controle de um amplo espectro de plantas daninhas permitindo que a lavoura expresse ao máximo seu potencial produtivo.

A utilização das tecnologias PowerCore™ e PowerCore™ Ultra requer a adoção de boas práticas agrícolas para manter a suscetibilidade das pragas-alvo. Recomenda-se a adoção de rotação de culturas, dessecação antecipada, tratamento de sementes, plantio de refúgio estruturado efetivo, controle de plantas daninhas e voluntárias e, se necessário, aplicação complementar de inseticidas.

Imprensa:
Enviar matéria
Data de Publicação: 07/03/2018 às 12:40hs
Fonte: OPA Assessoria em Comunicação
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio © Copyright 2013 Portal do Agronegócio. Desenvolvido por: