Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio

Índices acionários da China recuam com cautela por negociações comerciais com EUA

Os mercados acionários da China recuaram nesta quinta-feira com os investidores retomando a cautela em meio a negociações comerciais com os Estados Unidos em Washington.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, recuou 0,73 por cento, enquanto o índice de Xangai teve queda de 0,48 por cento.

Os EUA e a China iniciarão negociações comerciais nesta quinta-feira em uma tentativa de evitar uma guerra comercial, com o maior crítico da China na Casa Branca relegado a um papel secundário, disseram na quarta-feira autoridades do governo norte-americano.

O subíndice do setor financeiro recuou 0,53 por cento, o de consumo teve queda de 1,33 por cento, o setor imobiliário caiu 0,57 por cento, enquanto o subíndice de saúde recuou 1,2 por cento.

Já o índice MSCI, que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão, tinha queda de 0,43 por cento às 7:34 (horário de Brasília). No entanto, as perdas eram limitadas pelo avanço dos mercados acionários norte-amerianos na quarta-feira, liderados pelos papéis de varejo e tecnologia.

  • Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 0,53 por cento, a 22.838 pontos.
  • Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 0,54 por cento, a 30.942 pontos.
  • Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,48 por cento, a 3.154 pontos.
  • O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 0,73 por cento, a 3.864 pontos.
  • Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 0,46 por cento, a 2.448 pontos.
  • Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 0,59 por cento, a 10.833 pontos.
  • Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 0,11 por cento, a 3.536 pontos.
  • Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 0,21 por cento, a 6.094 pontos.
Imprensa:
Enviar matéria
Data de Publicação: 17/05/2018 às 10:20hs
Fonte: Reuters
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio © Copyright 2013 Portal do Agronegócio. Desenvolvido por: