Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio

Microrganismos: papel fundamental para uma vida fértil do solo

Os microrganismos presentes no solo possuem funções fundamentais para a manutenção da fertilidade no solo e para o crescimento de plantas saudáveis. A parte viva e mais ativa da matéria orgânica é constituída, em sua maioria, pelos microrganismos; sem eles, o solo seria uma composição de areia, silte e argila.

Segundo Alan Borges, gerente de desenvolvimento da Fertiláqua, um único grama de solo possui mais de 10 mil espécies diferentes de microrganismos, cerca de um bilhão de bactérias, um milhão de actinomicetos e 100 mil fungos, além de quantidades significativas de protozoários e algas. “É enorme a lista de processos em que os microrganismos atuam e quanto mais eles existirem, mais produtivo será o solo”, afirma.

O conjunto de grupos de microrganismos, com seus genomas e interações em um determinado ambiente é chamado de microbioma. Quando em equilíbrio, torna-se uma forte defesa contra doenças e outras fontes de estresse para as plantas; além de disponibilizar grandes quantidades de nutrientes vitais, elevando os patamares de produtividade.

É por meio da conversão (fixação) do nitrogênio atmosférico em compostos nitrogenados – que são utilizados pelas plantas na síntese de proteína – que os microrganismos aumentam a fertilidade do solo. Nesse processo, as substâncias orgânicas são convertidas em compostos inorgânicos, tornando-os úteis para os vegetais. “Em resumo, são as reações bioquímicas realizadas que fertilizam o solo pelo fornecimento de nutrientes”, explica o gerente.

Na cultura de cana-de-açúcar, tem se observado nos últimos anos a presença de microbiomas desequilibrados, principalmente devido à intensa mecanização, ausência de rotação de culturas, diversas aplicações de defensivos agrícolas e excesso de adubação mineral.

Isso foi possível ser monitorado por meio de laboratórios de microbiologia de solo que fazem análises de atividades enzimáticas, bem como de DNA e RNA do solo, possibilitando diagnosticar a saúde do microbioma.

Desenvolvida especificamente para atuar no processo de revitalização do solo de áreas de cana-de-açúcar, a Linha Longevus da Fertiláqua conta com dois produtos – Longevus Soca e Longevus Planta – que apresentam em sua composição ácidos orgânicos, aminoácidos e nutrientes.

As substâncias húmicas (ácidos orgânicos) atuam diretamente na biologia do solo, tratando-se de uma fonte energética (carbono orgânico) para os microrganismos. Quanto maior for o teor de carbono orgânico de um material, maior será a fonte nutricional para a atividade microbiológica e maiores serão os benefícios.

Além de melhorar a qualidade no solo, a nova linha tem como objetivo apresentar maior produtividade e ampliar número de cortes.

Imprensa:
Enviar matéria
Data de Publicação: 30/08/2017 às 08:00hs
Fonte: Grupo Fertiláqua
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio © Copyright 2013 Portal do Agronegócio. Desenvolvido por: