Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio

Megaleite 2017 reflete fortalecimento da pecuária leiteira e confirma mais uma edição em Belo Horizonte

Na principal exposição da pecuária leiteira do país, a Megaleite 2017, ocorrida de 28 de junho a 1º de julho, no Parque da Gameleira, em Belo Horizonte/MG, as vendas de animais em nove leilões movimentaram R$3.836.560,00. Com mais de 80 empresas de vários segmentos do agronegócio e de outros setores expondo seus produtos no evento, o total de negócios efetuados ao longo dos quatro dias é estimado em R$ 10 milhões pela Associação Brasileira dos Criadores de Girolando.

Muitos negócios foram feitos por comitivas estrangeiras da América Latina, vindas de países como Bolívia, Costa Rica, Colômbia, El Salvador, Guatemala, Nicarágua e Panamá. Mais de 300 estrangeiros visitaram a exposição e também fazendas da região de Belo Horizonte. “O Brasil é referência em genética bovina no mundo e a Megaleite foi uma grande oportunidade de negócios para muitos estrangeiros e brasileiros. Com a abertura recente de novos mercados para a nossa genética, as vendas pós Megaleite tendem a serem maiores este ano.”, diz o presidente da Girolando Luiz Carlos Rodrigues. No Parque da Gameleira, os visitantes puderam conhecer mais de 1700 animais de alta qualidade genética das sete raças leiteiras expostas: Girolando, Gir Leiteiro, Holandês, Jersey, Pardo-Suíço, Guzerá Leiteiro e Guzolando.

De olho nesse mercado potencial para a raça, a Associação iniciou na Megaleite o projeto internacional Brazilian Girolando, cujo objetivo é oferecer aos países da América Latina um pacote tecnológico para melhoria do sistema de produção e da qualidade genética dos rebanhos do continente. “O Panamá importa mais de 60% dos produtos lácteos que consome porque não é autossuficiente na produção de leite. Com projetos como esse, poderemos melhorar nosso rebanho, e, consequentemente, elevar a produção de leite do país.”, acredita o presidente da Câmara de Produtores de Leite do Panamá, Luis Afonso Leal.

Megaleite 2018- O sucesso da Megaleite 2017, que recebeu cerca de 50 mil visitantes, fez com que a Girolando e o Governo de Minas (via Codemig e Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento) confirmassem a realização da feira em 2018 na capital mineira. A data da 15ª edição da Megaleite foi anunciada pelo secretário de Agricultura, Pedro Leitão, e pelo presidente da Girolando no último dia feira, sábado (01/07). A exposição em 2018 será de 20 a 23 de junho, no Parque da Gameleira.

Novas tecnologias - Primeira raça leiteira do Brasil a incorporar a seleção genômica em um programa de melhoramento, a Girolando lançou durante a feira o primeiro sumário “Avaliação Genômica de Fêmeas Jovens/Junho 2017”, o que permitirá maior confiabilidade na seleção de animais geneticamente superiores para a produção de leite. O documento é fruto da parceria entre a Girolando, Embrapa Gado de Leite e as empresas CRV Lagoa e Zoetis. A introdução da seleção genômica permitirá que o Programa tenha um grande salto de qualidade, trazendo grandes impactos no aumento das confiabilidades associadas aos valores genômicos, permitindo reduções nos custos do teste de progênie e no tempo de avaliação dos animais.

Recordes – As competições na pista de julgamento e dos torneios leiteiros foram atrações à parte na Megaleite. Este ano, foram quebrados cinco recordes de produção de leite, sendo um da raça Girolando, dois da raça Guzerá e outros dois do Guzolando. A Grande Campeã Girolando e nova recordista foi a vaca meio-sangue Quelinha Everett FIV 2B, do expositor Alexandre Lopes Lacerda. Ela produziu média de 100,140 kg/leite.

Esta edição da feira marcou uma nova fase do Torneio Leiteiro Nacional de Girolando, que agora passa a premiar também as fêmeas com maior produção de leite corrigido para sólidos. A primeira Grande Campeã de Produção de Sólidos da Megaleite foi a vaca meio-sangue 154 FIV Sanchez da Anta, do expositor Antônio Gilberto de Castro e Outros. Ela produziu uma média de 87,052 kg/leite.

Competições - A pista de julgamento do Parque da Gameleira tornou-se nos quatro dias da feira em uma vitrine da melhor genética leiteira. Foram julgados animais das raças Girolando, Gir Leiteiro, Holandês, Jersey e Pardo-Suíço. Durante a Megaleite, ocorreu a premiação do Ranking Nacional Girolando 2016/2017 e dos vencedores da Megaleite 2017. Também foram anunciados os resultados dos Rankings estaduais de Minas Gerais, São Paulo e Mato Grosso do Sul. O resultado completo está no site da Girolando (www.girolando.com.br). Outra premiação para criadores foi o “Melhores de Minas do Holandês”, promovido pela Associação dos Criadores de Gado Holandês de Minas Gerais.

Atrações para o público em geral - Cerca de 3 mil crianças e adolescentes da capital mineira também conhecerem o funcionamento da cadeia produtiva do leite durante visita guiada à Megaleite, sob a coordenação da Agro Tour. A feira teve uma Mini Fazenda com pequenos animais de várias espécies.

O curso Clubinho Girolando permitiu a crianças e adolescentes, filhos de produtores rurais, o contato direto com os animais e aulas práticas sobre apresentação e manejo de bovinos.

A Megaleite ainda possibilitou à comunidade local ampliar seus conhecimentos sobre a fabricação de queijos Minas Frescal durante as oficinas da Via Láctea – Mini Usina do Leite, conduzidas pela Epamig. Já o Megaleite Day, com palestra de Drauzio Varela e receita show de Olivier Anquier, reuniu mais de mil pessoas. A ação foi organizada pela Girolando e Bebamaisleite, com patrocínio da Embaré/Camponesa e Tetra Pak.

Imprensa:
Enviar matéria
Data de Publicação: 10/07/2017 às 15:40hs
Fonte: Megaleite 2017
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio © Copyright 2013 Portal do Agronegócio. Desenvolvido por: