Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio

Mato Grosso detém 22% da produção brasileira de biodiesel

No último ano, as indústrias locais colocaram no mercado 818,669 milhões de litros do biocombustível, e no Brasil, as empresas produtoras ofertaram 3,801 bilhões (l). Em 2016, a produção foi menor que 2015, tanto em Mato Grosso quanto nos outros estados brasileiros.

Conforme estatísticas da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), no penúltimo ano foram ofertados ao mercado consumidor 845,671 milhões (l) em Mato Grosso e 3,937 bilhões (l) no país. De um ano para o outro, a queda na produção estadual foi de 3,19% e de 3,45% no país.

De acordo com o presidente do Sindicato das Indústrias de Biodiesel de Mato Grosso (Sindibio), Rodrigo Prosdócimo Guerra, o arrefecimento da economia refletiu na queda do consumo de diesel e, consequentemente, de biodiesel. Atualmente, o litro de óleo diesel é composto por 7% de biodiesel. A partir de 23 de março, a mistura sobe para 8%, conforme decisão do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE).

Até 2019, haverá alteração gradual na composição do óleo diesel com acréscimo de 1% sobre os 7% vigentes atualmente. Para comercializar a produção de biodiesel, as empresas participam dos leilões realizados pela ANP. No último leilão - L 52 - homologado pela Agência reguladora, 6 indústrias de Mato Grosso negociaram 123 mil (l) de biodiesel, equivalentes a 22,54% da venda nacional de 545,777 mil (l) no certame.

Entre as empresas listadas de Mato Grosso está a Usina de Biodiesel da Fiagril, que iniciou as operações em 2008 com capacidade produtiva de 130 milhões (l) por ano. Após adaptações na fábrica, passou a produzir 160 milhões (l) de biodiesel.

Imprensa:
Enviar matéria
Data de Publicação: 03/03/2017 às 18:00hs
Fonte: A Gazeta
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio © Copyright 2013 Portal do Agronegócio. Desenvolvido por: