Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio

Dentre as medidas da IN 8 está a proibição de alojamento de novas aves em galpões de corte ou produção de ovos que não possuírem tela de isolamento. Os produtores terão o prazo de 540 dias, a partir da publicação da norma, para se adequarem às novas regras.

“As telas nos estabelecimentos são fundamentais, pois impedem o contato dos animais da produção com pássaros silvestres que podem ser portadores da doença. A medida é uma alternativa eficaz de prevenção à enfermidade”, disse o assessor técnico da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Victor Ayres.

Também ficará proibido o alojamento de novas aves em estabelecimentos avícolas que não apresentarem requerimento de registro na secretaria de defesa estadual, no prazo de 365 dias.

De acordo com o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, a instrução foi publicada devido ao aumento contínuo de casos de gripe aviária ao redor do mundo. O Brasil ainda é o único grande exportador mundial de carne de frango que nunca registrou casos de influenza aviária.

Imprensa:
Enviar matéria
Data de Publicação: 17/03/2017 às 09:00hs
Fonte: Assessoria de Comunicação CNA
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio © Copyright 2013 Portal do Agronegócio. Desenvolvido por: