Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio

Internet das Coisas (IoT) no agronegócio: GSI Agromarau lança plataforma que permite gerenciamento remoto

São máquinas autônomas operando em horário fora do expediente ou em locais de risco, sensores enviando informações para controladores de ambiência, leitores de chips identificando o perfil do animal para liberar a sua nutrição adequada, e mais uma gama de exemplos da internet das coisas operando dentro das diferentes cadeias produtivas, passando inclusive pela rastreabilidade.

Cada vez menos dependente da mão humana: assim está se apresentando a nova granja. O produtor passa a ser auxiliado por um controlador que vai muito além de suas funções básicas, passando a ter um gerenciamento muito maior da granja, em um sistema integrado. Essa é uma primeira descrição para a nova plataforma que a GSI Agromarau está colocando no mercado, o Sistema EDGE.

Umidade, temperatura, iluminação, renovação de ar pelo volume de troca e não pelo número de exaustores ligados, consumo de ração, peso do animal... são itens gerenciados e integrados pelo EDGE. O sistema pode ser acessado remotamente a partir de qualquer dispositivo com acesso à internet, como computador, tablet ou smartphone, e assim monitorar e analisar as informações em tempo real ou atuar rapidamente nos problemas, inclusive com mensagens de alerta enviadas para o produtor, agroindústrias e/ou todos os interessados listados previamente.

Comparado com os controladores mais utilizados no Brasil, além de o EDGE ter um software que está em constante desenvolvimento pela GSI, o que permite maior flexibilidade com funcionalidades sendo adicionadas, o sistema oferece a possibilidade de manter apenas um controlador principal concentrando e gerenciando até 64 painéis elétricos em um único equipamento.

Imprensa:
Enviar matéria
Data de Publicação: 31/08/2017 às 07:20hs
Fonte: Acesso Projetos Integrados de Comunicação
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio © Copyright 2013 Portal do Agronegócio. Desenvolvido por: