Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio

IMEA eleva estimativas de safras de soja e milho de MT; vendas atrasadas

A safra de soja de Mato Grosso, maior produtor brasileiro de grãos, deverá atingir um recorde de 31,04 milhões de toneladas, informou nesta segunda-feira o Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea), que elevou a projeção em mais de meio milhão de toneladas ante a estimativa anterior, em momento em que a colheita está na reta final.

O Imea, órgão ligado à federação da agricultura do Estado, também elevou a previsão da safra total de milho --que está sendo plantadapara históricas 26,51 milhões de toneladas, citando um aumento no plantio.

Com o clima favorecendo, o Mato Grosso deverá registrar um aumento de mais de 10 por cento na safra de soja e um salto de 40 por cento na colheita de milho, na comparação com a temporada passada, que foi seriamente atingida pela seca.

"Como grande parte das áreas destinadas ao milho foram semeadas dentro da janela ideal e com boas perspectivas de chuvas no desenvolvimento da planta, a produtividade a campo na maioria das regiões do MT apresentou aumento quando comparada a estimativa anterior", afirmou o Imea.

O plantio dentro da chamada janela ideal climática ocorreu por conta do acelerado ritmo da safra de soja, cuja colheita começou antecipadamente em 16/17 e foi beneficiada por um tempo favorável nas principais regiões.

A produtividade média da soja foi revisada para cima em aproximadamente 1 saca por hectare, para um recorde de 55,06 sacas/ha (3.303 quilos por hectare), apesar de chuvas excessivas que tiveram impacto negativo sobretudo no oeste mato-grossense, que foram mais do que compensadas pelo clima benéfico em outras áreas.

No caso do milho, o instituto estimou produtividade de 96,6 sacas/hectare na média do Mato Grosso, aumento de 2,5 sacas/hectare quando comparada a estimativa realizada em novembro de 2016. Esse rendimento, no entanto, é inferior às melhores médias registradas em anos anteriores.

Em relação a área, O Imea previu 4,57 milhões de hectares de milho, alta de 150,26 mil hectares ante estimativa anterior e um aumento de 7,7 por cento na comparação com a temporada passada.

COMERCIALIZAÇÃO

Já a comercialização da safra 2016/17 de soja de Mato Grosso avançou para 61,53 por cento da colheita total esperada em março, ante 58,13 por cento em fevereiro, disse o Imea.

As vendas da temporada 16/17, cuja colheita em Mato Grosso está na reta final, seguem atrasadas. Na mesma época do ano passado, produtores tinham vendido 65,82 por cento da safra 2015/16, indicou o Imea.

No caso do milho, a comercialização antecipada atingiu 38,67 por cento da safra prevista, ante 80,7 por cento registrados para a temporada anterior nesta época do ano passado.

Na comparação mensal, as vendas de milho avançaram apenas cerca de 3 pontos percentuais, com produtores relutantes em aceitarem preços que consideram baixos ante as máximas do ano passado.

Imprensa:
Enviar matéria
Data de Publicação: 16/03/2017 às 19:10hs
Fonte: Reuters
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio © Copyright 2013 Portal do Agronegócio. Desenvolvido por: