Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio

IGP-M desacelera alta a 0,41% na 1ª prévia de julho após efeito da greve dos caminhoneiros perder força

A Fundação Getulio Vargas (FGV) informou nesta quarta-feira que o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) registrou no período avanço de 0,34 por cento, depois de subir 2,06 por cento no mês anterior. O IPA mede a variação dos preços no atacado e responde por 60 por cento do índice geral.

No IPA, os preços dos Produtos Agropecuários passaram a cair no período 3,43 por cento após alta de 2,72 por cento na primeira quadrissemana de junho, quando foram impactados pelo desabastecimento provocado pela paralisação dos caminhoneiros no final de maio.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que tem peso de 30 por cento no índice geral, mostrou que no varejo a pressão foi menor na primeira prévia de julho ao subir 0,39 por cento, de 0,54 por cento na primeira leitura de junho.

O destaque para o resultado partiu do grupo Alimentação, que apresentou queda de 0,14 por cento na primeira leitura de julho, ante 0,61 por cento em junho, com forte queda nos preços de hortaliças e legumes também com o fim do efeito da greve.

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC), por sua vez, avançou 0,91 por cento na primeira prévia de julho, contra alta de 0,18 por cento no mesmo período do mês anterior.

O IGP-M é utilizado como referência para a correção de valores de contratos, como os de aluguel de imóveis.

Imprensa:
Enviar matéria
Data de Publicação: 11/07/2018 às 11:00hs
Fonte: Reuters
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio © Copyright 2013 Portal do Agronegócio. Desenvolvido por: