Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio

Governo do Estado de São Paulo quer maior participação de agricultores familiares nas compras públicas

No encontro realizado pela Secretaria de Agricultura e Abastecimento paulista e a Prefeitura Municipal, em parceria com o Sindicato Rural de Ourinhos, o secretário Arnaldo Jardim destacou o ganho de renda dos agricultores que acessam esses programas governamentais.

“Quando os produtores aprendem esse caminho de participação nas compras públicas, vendendo para os programas do Estado, as vidas deles mudam”, apontou o secretário na abertura da reunião, realizada na região de Ourinhos, onde 70% das propriedades são familiares, de acordo com dados da Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (Cati) da Pasta.

A reunião no Centro de Convivência do Idoso de São Pedro do Turvo explicou as condições de acesso ao Programa Paulista da Agricultura de Interesse Social (Ppais), criado pelo Governo do Estado por meio da Lei 14.591, de 14 de outubro de 2011. Ele faz com o Estado se torne o principal comprador dos produtos da agricultura familiar, permitindo uma melhora na qualidade de vida dos que trabalham no campo.

“O nosso objetivo é fortalecer o pequeno agricultor do nosso município, aquele que trabalha todos os dias. É para essas pessoas que estamos fazendo este evento”, apontou o prefeito Marcos Pinheiro, complementando que “São Pedro é forte na agricultura e na pecuária, por isso nosso braço tem que ser forte neste setor”.

De acordo com o secretário municipal de Agricultura e Meio Ambiente, Antonio Carlos Padilha, o Mineiro, São Pedro atualmente conta em sua produção com 8 mil alqueires de soja – que rendem anualmente 840 mil sacas de 61 quilos -, outros 8 mil alqueires de cana-de-açúcar, 60 mil cabeças de gado, 350 alqueires de eucalipto e 3 mil pés de laranja. Também produz 20 mil litros de leite por dia.

Produtos como os da propriedade de Benedito de Andrade, que vende ovos, galinha, limão e queijo e atualmente necessita de um carro maior porque as vendas têm sido boas. “Comecei no ano passado e já aumentou o volume que a gente vende. Levo para vender em Ourinhos, Santa Cruz do Rio Pardo e aqui em São Pedro”, comemora.

“Nossa vida é uma luta todos os dias para ganhar nosso dinheiro. É muito bem-vinda toda ajuda que o governador Geraldo Alckmin dá para nós que trabalhamos com a terra. A gente precisa muito disso para viver uma vida digna”, agradeceu Maria Cristina Galdino, que ao lado da filha e do marido foi conhecer melhor o acesso ao Ppais.

A iniciativa foi apresentada pelo engenheiro agrônomo Mauro Antonio da Silva, do Escritório de Desenvolvimento Rural (EDR) de Ourinhos, reforçando que “temos que filtrar a entrada no Programa para garantir o acesso de quem realmente tem direito, de quem está de acordo com as normas e as regras e trata o assunto com seriedade”.

Silva explicou pontos como o limite anual de compras por família - R$ 22 mil anuais – e os requisitos para ser beneficiado pelo Programa, voltado para agricultores familiares tradicionais, assentados, quilombolas, indígenas e pescadores. Para ter acesso é preciso procurar a Casa da Agricultura da Cati mais próxima (veja os endereços clicando aqui).

Imprensa:
Enviar matéria
Data de Publicação: 20/03/2017 às 12:40hs
Fonte: Assessoria de Comunicação Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio © Copyright 2013 Portal do Agronegócio. Desenvolvido por: