Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio

Frimesa projeta investimentos de R$ 2,7 bilhões em toda cadeia produtiva

Com investimentos de R$ 2,7 bilhões previstos em toda a sua cadeia produtiva de suínos ao longo dos próximos anos, o que inclui a construção de um novo frigorífico, a coopercentral pretende chegar a 2030 posicionada como uma das quatro principais empresas de alimentos do país, abatendo mais de 21 mil animais por dia. “O nosso principal objetivo é crescer com sustentabilidade e sermos reconhecidos pela qualidade dos produtos e pela ética nas relações com todos os nossos clientes”, ressalta o diretor-presidente da Frimesa, Valter Vanzella.

A empresa possui atualmente uma completa e diversificada linha de produtos, com mais de 430 itens, entre suínos e lácteos, possibilitando à Frimesa estar presente em todos os momentos de refeição dos consumidores. Segundo Oly Francescon Junior, da área de Marketing da coopercentral, o posicionamento da marca está fundamentada em um alimento premium, que oferece uma ampla e diversificada linha de produtos com qualidade, confiabilidade e preço justo para os mais diversos perfis de família, em todos os momentos do dia. “Queremos ser a escolha inteligente para o consumidor”, ressalta Francescon Junior.

Os produtos Frimesa são comercializados em todo o País, com forte atuação no Sul, ou seja, do total de vendas, 45% estão nos três Estados da região, sendo que o Paraná representa 36% desse volume. São Paulo também é significativo, com quase 20%. Para distribuir os produtos no mercado brasileiro, a Frimesa conta com nove filiais de vendas e doze centros de distribuição. As unidades de industrialização estão centralizadas na região do oeste paranaense. São duas indústrias de carnes com capacidade de processamento de 8.400 suínos ao dia.

A principal fica em Medianeira, no Paraná, onde também se localiza o seu Centro Administrativo. A outra indústria de carnes está localizada em Marechal Candido Rondon, juntamente com uma das suas quatro indústrias de lácteos, sendo que as outras estão localizadas em Capanema (PR) e Aurora (SC). A Frimesa possui uma recepção média de 750 mil litros de leite ao dia. Para a distribuição de todos os seus produtos suínos e lácteos, a coopercentral possui nove filiais de vendas e doze centros que disponibilizam todos os itens para a totalidade do mercado brasileiro.

A meta da empresa é faturar algo próximo a R$ 3 bilhões em 2017, um crescimento de mais de 18% em relação ao ano anterior. “Em função da expansão de nossa produção no campo e da nossa capacidade instalada de processamento, nos próximos anos queremos chegar a R$ 4,5 bilhões de faturamento anual”, aponta o presidente da Frimesa. O desafio da coopercentral para se consolidar no mercado brasileiro passa necessariamente pela expansão da base de vendas, serviço e distribuição. Para isso, segundo Vanzella, será ampliado o número de vendedores, assim como de toda a base de clientes ativos e da disponibilidade de serviços logísticos. O foco da Frimesa tem sido o de atuar preferencialmente com o pequeno e o médio varejo.

Uma das principais estratégias de mercado da coopercentral foi o de desenvolver um trabalho de parceria com o varejo devido exatamente ao portfolio de produtos reconhecidos pela qualidade e pela maciça presença nos pontos de venda, o que permite apresentar seus diferenciais em logística, entrega e constância. “Acreditamos que o conhecimento e a presença da marca no varejo, resultado de um bom sistema de distribuição dos produtos, atendimento mantenedor dos clientes e produtos com qualidade constante, somados a ética nos negócios, são os pilares que vem sustentando o nosso crescimento no mercado”, ressalta Francescon Junior.

Imprensa:
Enviar matéria
Data de Publicação: 10/01/2018 às 15:00hs
Fonte: Suinocultura Industrial
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio © Copyright 2013 Portal do Agronegócio. Desenvolvido por: