Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio

Frango, ovo, milho e inflação em maio de 2018

Por sinal, a própria FGV faz referência a esse fato ao citar que, no estágio das Matérias-Primas Brutas (cuja variação, em maio, foi de 2,8%), as aves estiveram entre os produtos que contribuíram para a alta do grupo.

Mas essa observação não altera a constatação de que o preço médio do frango vivo em maio ficou 5% aquém do registrado um ano antes, enquanto a inflação, embora ainda em baixos níveis, acumula variação de 5,2%.

Aliás, essa defasagem se repete na vigência do real. Pois, para uma inflação que, desde 1994, acumula variação de 576%, o preço do frango vivo evoluiu menos de 300%. Ou seja: se tivesse acompanhado a inflação do período teria sido comercializado em maio passado por mais de R$4,00/kg. Alcançou menos de 60% desse valor.

Pior, porém, foi a situação do ovo. Pois o preço alcançado em maio representou uma evolução que não chega à metade da inflação acumulada na vigência do real. Além disso, o ovo registrou, no mês, preço médio 7% inferior ao do mês anterior e quase um quarto menor que o de maio de 2017.

Tudo isso, porém, seria superável não fosse o fato de a principal matéria-prima do setor alcançar preços que avançam a passos largos. Assim, em um mês o milho aumentou quase 7%. E enquanto frango e ovo alcançaram valores inferiores aos de um ano atrás, o milho aumentou quase 53%. Como ocorreu em 2016, está em vias de, novamente, alcançar a inflação acumulada desde 1994.

Imprensa:
Enviar matéria
Data de Publicação: 08/06/2018 às 12:30hs
Fonte: AviSite
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio © Copyright 2013 Portal do Agronegócio. Desenvolvido por: