Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio

Explosivos, preços do milho se distanciam do frango

Considerando, porém, como ponto de partida, os preços registrados em março de 2017, observa-se que até dezembro o grão registrou evolução de preço inferior à obtida tanto pelo frango vivo, como pelo abatido.

Dois meses atrás, ou seja, em janeiro de 2018, os três itens – milho, frango vivo e frango abatido – voltaram a registrar, praticamente, a mesma paridade de preços alcançada em março do ano passado, ou seja, foram negociados por valores entre 2% e 4% menores que os registrados no mês base.

Mas, a partir daí, essa paridade ficou restrita ao frango vivo e ao frango abatido. Na última terça-feira, 6, por exemplo, o preço da ave viva estava 11% abaixo do registrado na média de março de 2017 e o da ave abatida 13% aquém. Diferença, portanto, de cerca de 2 pontos percentuais entre os dois produtos. Já o milho, negociado então por R$44,75/saca, apresentava evolução, positiva, de 25% em relação ao preço de março de 2017.

Resumo da ópera: no momento, para obter o mesmo volume de milho de um ano atrás, é necessário um volume de frangos entre 40% e 42% maior que o de um ano atrás.

Imprensa:
Enviar matéria
Data de Publicação: 08/03/2018 às 11:20hs
Fonte: AviSite
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio © Copyright 2013 Portal do Agronegócio. Desenvolvido por: