Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio

Encontro Abraves –SP: Nazaré Lisboa debate adaptação sanitária de futuras matrizes amanhã, 12

A adaptação sanitária da futura reprodutora suína é um dos momentos mais importantes da produção porque seus impactos atingem diretamente sua vida produtiva no plantel. Medidas de biosseguridade e adequado manejo de marrãs podem preservar e aumentar o desempenho do plantel de maneira significativa, defende a médica veterinária e consultora da Consuitec, Maria Nazaré Lisboa, que vai apresentar a palestra “Adaptação sanitária da futura reprodutora suína” durante o II Encontro Técnico Regional da Abraves –SP, que vai acontecer amanhã, dia 12 de setembro, na sede do Instituto de Zootecnia (IZ), em Nova Odessa.


“A adaptação sanitária de marrãs deve focar dois momentos importantes. Primeiro na adaptação sanitária da marrã, para promover e preservar sua própria saúde, já que um animal doente tem sua vida reprodutiva comprometida. Outro ponto importante é quando ocorre a introdução de uma fêmea jovem adquirida de um outro rebanho, no qual as medidas de biosseguridade devem ser focadas para preservar a saúde do plantel que as adquirem”, destacou a especialista. Durante o encontro promovido pela Abraves –SP, Nazaré Lisboa também vai debater “Falhas reprodutivas: causas e consequências”.

Programação

A secretaria do evento começa a atender para recepção e entrega de material a partir das 7h30 e a abertura do evento está programada para começar às 8h. A partir das 8h10 a programação técnica será aberta pelo professor da Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos da Universidade de São Paulo (FZEA/USP), Lúcio Francelino Araújo, com a palestra “Efeito da nutrição das matrizes suínas e seus reflexos na progênie”.

Em seguida, a médica veterinária e consultora da Consuitec, Maria Nazaré Lisboa, vai destacar “Adaptação sanitária das futuras matrizes”. Logo depois, a professora do Departamento de Medicina Animal da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Ana Paula Gonçalves Mellagi, vai debater “Fatores que interferem no desempenho reprodutivo de matrizes e na produtividade do sistema de produção”.

No período da tarde, a programação continua com o médico veterinário e consultor em patologia animal e programas de controle de doenças em animais de produção, Edson Bordin, com uma apresentação sobre “O PCV2 como causa primária de patologia reprodutiva”. Em seguida, a professora do Departamento de Medicina Animal da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Ana Paula Gonçalves Mellagi, vai discutir os “Avanços na IATF na suinocultura”. A programação técnica será encerrada pela médica veterinária e consultora da Consuitec, Maria Nazaré Lisboa, com a palestra “Falhas reprodutivas: causas e consequências”.

Inscrições

As inscrições podem ser realizadas através do link https://goo.gl/forms/BKREYxC5jRv850X83. A partir do dia 9 de setembro, os valores vão para R$ 90 para estudantes e R$ 180 para profissionais. O comprovante de pagamento deve ser enviado para o e-mail abraves.sp@hotmail.com.

Imprensa:
Enviar matéria
Data de Publicação: 11/09/2017 às 15:50hs
Fonte: Assessoria de Imprensa Márcia Midori
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio © Copyright 2013 Portal do Agronegócio. Desenvolvido por: