Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio

Empresa investirá cerca de R$ 50 milhões para beneficiar algodão em Mato Grosso

Na última terça-feira, o vice-governador Carlos Fávaro se reuniu com o diretor presidente da empresa Incofios Indústria e Comércio de Fios Ltda, Vitor Luiz Rambo Júnior, e com o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Carlos Avalone, para tratar da instalação da nova unidade da empresa e da segunda etapa do projeto, que prevê investimentos da ordem de R$ 50 milhões com a implantação de uma indústria de fiação de algodão em Campo Verde (139 km de Cuiabá).

Durante a reunião, o diretor da Incofios explicou que, a partir de maio deste ano, a empresa inicia a produção de recuperação da fibrilha (pequena fibra) do algodão com investimentos de cerca de R$ 5 milhões. “Iniciaremos a produção com capacidade de 500 toneladas/mês e, no final deste ano ou no primeiro semestre de 2019, daremos início a segunda etapa do projeto, que é a indústria de fiação do algodão”, informou.

Para Fávaro, a vinda da empresa para Mato Grosso demonstra que o estado vem crescendo na agregação de valor de matéria-prima, mas precisa avançar ainda mais. “Precisamos verticalizar nossa produção e, para isso, temos que superar a burocracia da máquina pública, utilizando todos os trâmites legais, mas possibilitando maior celeridade aos projetos que irão gerar emprego e renda para a nossa população”, destacou Fávaro.

O secretário Avalone informou que, com a vinda da empresa para Campo Verde e a implantação da segunda etapa, o município contará com cinco indústrias que atuam na fiação do algodão, que é o material utilizado na fabricação dos tecidos. “Com essa realidade, o município de Campo Verde está se consolidando para ser um pólo da indústria têxtil nesse segmento”, informou ele.

A empresa atua há cerca de 20 anos no setor e tem sede na cidade de Indaial, região têxtil do Vale do Itajaí, estado de Santa Catarina. Atualmente, emprega 420 colaboradores. Com a implantação da segunda etapa em Campo Verde, a indústria deverá gerar cerca de 60 empregos diretos.

Também participaram da reunião o vice-prefeito de Campo Verde, Milton Gaburdio, e o diretor executivo da Associação Mato-grossense do Algodão (AMPA), Décio Tocantins.

Imprensa:
Enviar matéria
Data de Publicação: 14/02/2018 às 10:00hs
Fonte: Só Notícias/Agronotícias
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio © Copyright 2013 Portal do Agronegócio. Desenvolvido por: