Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio

Comunidade rural de Alegrete recebe sistema ecológico de saneamento

A Programação Rural da Semana Arrozeira de Alegrete, realizada pela Associação dos Arrozeiros do município, foi aberta com a apresentação de uma novidade para a comunidade de Mariano Pinto. A comunidade recebeu a primeira instalação de um sistema de saneamento que utiliza plantas nativas com o objetivo de melhorar a qualidade da água dos rios que cortam estas localidades. O módulo experimental foi disponibilizado na Escola Municipal Homero Alves Pereira, onde foi realizada a programação do primeiro dia de evento.

Conforme a secretária executiva do Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica do Rio Ibicuí, Mariza Beck, o trabalho foi iniciado na nona edição da Semana Arrozeira, em 2016, quando foi coletada uma amostra da água da comunidade do Angico, próxima à Mariano Pinto. O resultado foi preocupante. A partir da experiência do Centro Ambiental Daterra, de Estância Velha (RS), que fez a consultoria do tratamento de esgoto por meio de jardins filtrantes, foi montado o projeto das localidades rurais de Alegrete.

O sistema é considerado ideal para áreas rurais onde não existe tratamento de esgoto convencional. A proposta é filtrar a água oriunda de fossas sépticas com filtros de raízes de plantas sobre a areia, terra e brita dispostos em camadas alternadas até o refino final feito pelas plantas aquáticas. Segundo Mariza, em países da Europa, como França e Espanha, a metodologia é utilizada em comunidades com até 3 mil pessoas, inclusive também como forma de paisagismo. "São chamados de jardins filtrantes porque além de tratar o esgoto, ainda embeleza o ambiente que ela foi construída", destaca.

A presidente da Associação dos Arrozeiros de Alegrete, Fátima Marchezan, salienta que a entidade tem uma preocupação muito grande com as comunidades rurais onde estão inseridos os produtores, colaboradores e suas famílias. "Nossas crianças e a comunidade escolar merecem uma água de qualidade e essa foi a forma que a Associação, junto com as grandes parcerias do Comitê do Ibicuí, da Prefeitura Municipal e do Sindicato Rural, encontraram para resolver o saneamento precário que estava contaminando a água de abastecimento. Os projetos para os demais polos serão entregues durante a Semana Arrozeira e ficam à disposição da comunidade para observarem a simplicidade e eficiencia desse sistema ecológico de tratamento de esgotos", ressalta.

A localidade de Mariano Pinto foi a primeira a receber o jardim filtrante. As comunidades de Conceição, Rincão de São Miguel e Durasnal também receberão seus projetos para ter início a construção do sistema, que deve ser estendido a outros polos rurais como o Angico, que foi o objeto da análise no ano anterior. Mais informações sobre o evento podem ser obtidas pelo site www.semanaarrozeira.com.br.

Imprensa:
Enviar matéria
Data de Publicação: 31/05/2017 às 17:30hs
Fonte: Assessoria de Comunicação da Semana Arrozeira
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio © Copyright 2013 Portal do Agronegócio. Desenvolvido por: