Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio

Centro de Pesquisa de Sementes comemora 80 anos

O Centro de Pesquisa de Sementes da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação, localizado em Júlio de Castilhos, celebrou seus 80 anos de fundação na última sexta-feira (7) com um jantar no Salão Nobre do Sindicato Rural, no Parque de Exposições Miguel Walhrich Filho. O evento contou com a presença de autoridades municipais, estaduais e representantes de entidades ligadas à agricultura.

Como evidência da importância do Centro de Pesquisa de Sementes para o desenvolvimento de Júlio de Castilhos e região, a comemoração de seus 80 anos faz parte do calendário de aniversário do município. “Temos uma relação muito próxima com a estação experimental, que faz parte da nossa história”, pontuou o prefeito de Júlio de Castilhos, João Vestena.

Presente ao evento e representando o governador José Ivo Sartori, o secretário da Agricultura, Pecuária e Irrigação, Ernani Polo, destacou a contribuição dos servidores do Centro de Pesquisa para o desenvolvimento da agropecuária nacional. “Não temos dúvidas de que essa evolução que temos na agricultura do nosso Estado e do Brasil passou muito, e ainda passa, pelo trabalho e a dedicação de pessoas que buscam, através da pesquisa, desenvolver oportunidades para que nossos agricultores possam ampliar sua produção”, disse. Ele ressaltou, ainda, que a reestruturação pela qual a pesquisa agropecuária estadual passa atualmente busca fortalecer e dar continuidade ao trabalho, e que parcerias são fundamentais para o prosseguimento das atividades de pesquisa.

A chefe do Centro de Pesquisa, Liege da Costa, lembrou que, aos 80 anos, a estação celebra seu Jubileu de Carvalho, e fez uma analogia entre o Centro de Pesquisa e a resiliência desta espécie de árvore. “O carvalho é a árvore que os botânicos e geólogos usam para medir as intempéries: quanto maior a intempérie, mais forte ele fica. A força do carvalho é remetida às suas raízes. E nossa raiz, nossa história, é a nossa essência”, finalizou.

Histórico – O Centro de Pesquisa de Sementes foi criado em 1937, com data de fundação em 17 de agosto. Em seus 80 anos de atividade, desenvolveu trabalhos fitotécnicos com culturas como milho, trigo, linho, soja, amendoim, feijão, tremoço, mandioca, colza, girassol e forrageiras. Os trabalhos com trigo e soja foram bastante significativos, permitindo o desenvolvimento destas culturas no Rio Grande do Sul, além de contribuir com novas cultivares para a implantação da triticultura e sojicultura no resto do país, especialmente no Paraná, Mato Grosso e Santa Catarina. Atualmente, as principais culturas pesquisadas e plantadas na estação são soja, trigo, feijão, sorgo, aveia e azevém. O Centro também conduz pesquisas sobre manejo e conservação do solo, ligadas ao Projeto Mais Água.

Imprensa:
Enviar matéria
Data de Publicação: 13/07/2017 às 13:20hs
Fonte: Assessoria de Comunicação Social Secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação RS
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio © Copyright 2013 Portal do Agronegócio. Desenvolvido por: