Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio

Cenário macroeconômico estabiliza preços do açúcar em NY; Londres tem dia de queda

Segundo o jornal Valor Econômico, o cenário macroeconômico impediu novas perdas no mercado nesta quinta-feira. No vencimento maio/17, a commodity subiu dois pontos, com negócios firmados em 18.25 centavos de dólar por libra-peso. A tela julho/17 fechou o dia sem variação.

Já os papéis com vencimento em outubro/17, março/18 e maio/18 fecharam o dia em queda na bolsa americana. Somente julho/18 subiu dois pontos ontem.

"O açúcar tem sido pressionado pelas perspectivas cada vez mais remotas de abertura do mercado indiano, fator que anteriormente vinha impulsionando as cotações. Na última quarta-feira, o ministro da alimentação do país, Ram Vilas Paswan, reafirmou que a Índia não reduzirá o imposto cobrado na importação do produto diante de estoques estimados em 7,7 milhões de toneladas", informou o Valor nesta sexta-feira (17).

Em Londres, a sessão realizada ontem terminou em uma queda generalizada. O lote maio/17 fechou em US$ 510,30 a tonelada, baixa de 3,50 dólares. Já na tela agosto/17 a retração foi de 2,90 dólares, sendo o açúcar comercializado a US$ 502,30 a tonelada. Os demais vencimentos oscilaram para baixo entre 1,90 dólar e 2,70 dólares.

Mercado interno

O açúcar caiu mais uma vez ontem (16), de acordo com os índices medidos pelo Cepea/Esalq, da USP. A saca de 50 quilos do tipo cristal fechou com desvalorização de 0,32%, vendida a R$ 77,68.

Etanol

Os preços do etanol hidratado caíram ontem (16), após um período de alta. O biocombustível foi comercializado a R$ 1.582,50 o metro cúbico, baixa de 0,13% em comparação ao dia anterior.

Imprensa:
Enviar matéria
Data de Publicação: 17/03/2017 às 10:40hs
Fonte: Agência UDOP de Notícias
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio © Copyright 2013 Portal do Agronegócio. Desenvolvido por: