Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio

BRICS: Governo chinês quer ampliar número de membros do grupo

Na atual presidência chinesa do Brics os países-membros nunca tiveram uma verdadeira discussão sobre a expansão do grupo. Isso foi tema de um texto de trabalho da África do Sul, que fazia considerações sobre dois aspectos do futuro do grupo: futura expansão ou transformação em plataforma de diálogo com outros grandes países em desenvolvimento.

Plataforma de diálogo - A China queria algo ambicioso para seu turno na presidência do Brics, mas percebeu que não havia espaço para ampliação do grupo. E partiu para outro caminho - de tornar o Brics uma espécie de plataforma de diálogo permanente para concertação com outros países em desenvolvimento.

Nome - Para isso, Pequim criou o nome "Brics plus"', aparentemente com o intuito de criar uma ambiguidade. Os outros países deram um endosso não exatamente caloroso à ideia chinesa, reconhecendo que Pequim estava dentro dos limites de uma presidência do grupo. Mas a questão é se essa plataforma terá perenidade.

Convidados - Ainda mais que os cinco países que a China convidou para a cúpula de Xiamen, a partir de domingo - Guiné, Egito, Tajiquistão, Tailândia e México - não são exatamente os mais representativos, com exceção de mexicanos e egípcios.

Imprensa:
Enviar matéria
Data de Publicação: 04/09/2017 às 18:20hs
Fonte: Portal Paraná Cooperativo
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio © Copyright 2013 Portal do Agronegócio. Desenvolvido por: