Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio

Biosev intensifica ações preventivas contra incêndios

A Biosev tem como uma de suas prioridades em sustentabilidade a prevenção e o combate aos incêndios. Especialmente durante o outono e inverno na região Centro-Sul, quando o tempo mais seco favorece as condições de incidência e propagação de incêndios nos canaviais e áreas do entorno. Além dos impactos negativos em virtude de reprogramação de colheita e perda de rendimento no processamento industrial, dado que a queima está associada à perda em teor de açúcar da cana, e do comprometimento da fertilidade do solo para as próximas safras, há também prejuízos para o meio ambiente com o aumento do volume de emissões de gases de efeito estufa e de poluentes atmosféricos, e a possibilidade de o fogo atingir áreas de preservação, prejudicando a biodiversidade local.

Para reduzir os focos de incêndios, entre as diversas ações, a Biosev firmou parceria com a Associação Brasileira do Agronegócio de Ribeirão Preto (Abag/RP) na campanha de Conscientização, Prevenção e Combate aos Incêndios. O lançamento da campanha aconteceu ontem, dia 22 de maio. As peças educativas reforçam como os prejuízos ambientais, sociais e econômicos podem ser evitados se cada um refletir sobre pequenas ações que, tão inconsequentes quanto corriqueiras, podem evoluir para incêndios de graves proporções.

Com 100% da colheita mecanizada na região Centro-Sul, a Biosev não queima cana-de-açúcar nesta região, anulando a possibilidade de incêndios originados acidentalmente a partir da prática da queima. Signatária do Protocolo Agroambiental, com a Secretaria de Meio Ambiente do Estado de São Paulo, a Biosev eliminou a queima de seus canaviais no estado e certificou-se pelo Selo Etanol Verde, que atesta esse compromisso.

Empenhada em reduzir continuamente as ocorrências, a Biosev tem intensificado as ações de controle, gestão e prevenção de incêndios em propriedades agrícolas. A partir de um rigoroso mapeamento, que classifica as áreas de plantio em uma escala de riscos de incêndio, a empresa avalia de que forma implementar estrategicamente as ações preventivas. Entre os critérios de avaliação são considerados aspectos como a proximidade a fontes de água, se há ponto de observação, tempo necessário para chegada das brigada de incêndio, existência de rodovias ao redor e proximidade de áreas verdes.

Entre as medidas preventivas adotadas pela empresa destaca-se a implantação de aceiros (faixas que não apresentam vegetação ou resíduos que possam alastrar os incêndios de uma área para outra) entre as áreas de cultivo de cana-de-açúcar e áreas de preservação com seis metros de largura e, também, entre as áreas de cultivo e determinadas zonas de operação agrícola (áreas de estacionamento, de vivência, de manutenção de equipamentos e de máquinas em campo, e fumódromos), com 3 metros de largura.

Outras iniciativas incluem a instalação de fumódromos nas áreas de vivência, rotinas de inspeção em equipamentos de combate a incêndio e máquinas agrícolas para evitar vazamento de óleo ou emissão de faíscas que possam provocar ou alimentar eventuais focos de incêndio, presença de caminhões-pipa nas frentes de colheita, entre outros.

A empresa conta com equipes treinadas para o combate a incêndios aptas a auxiliar em caso de incêndios em propriedades vizinhas. Além disso, são realizados simulados frequentes com seus brigadistas. As equipes de combate podem ser acionadas pela população pelo canal Fale com a Biosev 0800 940 9199, que está disponível sete dias na semana e 24 horas.

Com relação às ações de educação ambiental, a Biosev efetua tanto treinamentos internos, junto a seus colaboradores, quanto externos, sobre prevenção de incêndios. Em suas campanhas educacionais direcionadas à população, a empresa orienta as pessoas a:

- Não queimar lixo nas proximidades dos canaviais;
- Não jogar bitucas de cigarro nem fósforos às margens de rodovias;
- Evitar acender fogueiras;
- Não soltar balões. É crime previsto na Lei 9.605/98 e a queda dos mesmos pode provocar incêndios, queimar florestas, causar acidentes aeronáuticos e outras graves ocorrências.

Neste contexto, em parceria com o Ibama, a Biosev distribui cartilhas sobre a lei de crimes ambientais com linguagem simples e lúdica para inserir o tema nas escolas.

Imprensa:
Enviar matéria
Data de Publicação: 28/05/2018 às 07:00hs
Fonte: Biosev
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio © Copyright 2013 Portal do Agronegócio. Desenvolvido por: