Aumenta participação de brasileiros e americanos em rede de vanguarda do agronegócio - Portal do Agronegócio
Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio

Aumenta participação de brasileiros e americanos em rede de vanguarda do agronegócio

Neste ano, passam a fazer parte da rede, na condição de “Nuffieldiano”, mais três brasileiros e dois norte-americanos. Eles se juntam a mais 73 selecionados na edição 2018, a maioria produtores rurais, de outros sete países membros da rede Nuffield. 

Todos os selecionados são profissionais ativos no setor, com perfil de liderança, ávidos por conhecer novas formas de se produzir e de se administrar no setor, bem como por compartilhar o que vierem a aprender mundo afora.

Os processos seletivos em cada país são bastante concorridos. Ser um “Nuffieldiano” significa contar com 30 mil dólares e apoio da rede internacional para aumentar sua visão global sobre os fatores-chave do setor. Operacionalmente, o Nuffieldiano deve buscar informações de ponta sobre um tema relevante para o agronegócio do seu país durante 19 meses e divulgá-las em relatório público. Além disso, passa a ser membro permanente da rede, tendo contatos efetivos e “portas abertas” em ambientes de vanguarda do agronegócio mundial.

No Brasil, na edição 2018, foram 112 candidatos para três vagas. Diante do grande interesse e, principalmente, dos benefícios advindos do programa, os membros da Nuffield Brasil têm trabalhado para tornar a proposta da entidade conhecida por mais empresas e instituições que possam se tornar apoiadoras de um número maior de vagas.

As três vagas deste ano são viabilizadas pelas empresas: Nufarm Indústria Química e Farmacêutica (primeira parceira da Nuffield no Brasil, já em 2016/17), Grupo Bom Futuro e pelo pool formado pela Biotrigo Genética, CHT - empresa alemã de têxteis que atua em 20 países, Stara Indústria de Implementos Agrícolas, Ribersolos Laboratório de Análises do Solo e Foliar e doações dos Nuffieldianos da rede global da Nuffield International.

A iniciativa global da Nuffield International Farming Network de capacitar empresários rurais e demais profissionais ligados à agricultura ao redor do mundo é desenvolvida desde 1947, nascida com Mr. William Morris, ou Lord Nuffield, inglês que viu necessidade de contribuir para o desenvolvimento da agricultura, educação e saúde no Pós-II Guerra de modo a promover uma sociedade estável e próspera.

Conheça os brasileiros selecionados na edição 2018 da Nuffield International Farming Network.

Artur Falcette (Campo Grande, Mato Grosso do Sul)

Artur trabalha diretamente na produção agrícola; é diretor executivo da Sapé Agropastoril Ltda, que produz em 5.500 hectares soja, milho, aveia, cana-de-açúcar, frango, carne bovina e leite. A empresa atua também em genética da raça Brangus (comercializa touros registrados, vacas e embriões) e em turismo ecológico. Seu time conta com 38 funcionários. Artur também é sócio-fundador de uma empresa de consultoria focada em gestão do agronegócio e educação para o Agro, além de ser vice presidente da Fundação MS.

Artur tem 27 anos e sua formação é em Administração Rural pela Universidade Federal de Viçosa-MG, complementada por MBA em Administração Estratégica para o Agronegócio, cursado na Fundação Getulio Vargas (FGV), e por especialização em Liderança Estratégica na Universidade de Ohio-EUA. Entre suas especialidades estão gestão financeira, planejamento estratégico e Balanced ScoreCard (BSC).

Durante o Programa Nuffield, Artur vai pesquisar como a diversificação e integração da produção estão sendo conduzidas em diferentes setores, ao redor do mundo, de modo a reduzirem os riscos e melhorarem os resultados financeiros, sociais e ambientais. Entre seus objetivos está criar um modelo de benchmarking para produtores de vários setores, escalas e modelos de produção.

A Nufarm Indústria Química e Farmacêutica é a parceira da Nuffield responsável por viabilizar o programa do Artur. Este é o segundo ano em que a Nufarm oferece vaga e interage com Nuffieldianos no Brasil. Alinhado com a proposta da entidade, o presidente da empresa para a América Latina, Marcos Gaio, reitera: “ao investir em pessoas, estamos ajudando a trazer soluções relevantes para todo o setor.”

Victor Monseff de Almeida Campos (Ribeirão Preto, São Paulo)

Victor é um dos sócios da Ribersolo, um dos primeiros laboratórios privados de análises agrícolas do Brasil, localizado em Ribeirão Preto - SP. É também produtor de carne bovina e café, além de atuar como consultor de fazendas com foco em produção de café sustentável e cafés especiais.

Victor, 30 anos, se formou em Engenharia Agronômica pela Unesp campus de Jaboticabal, fez MBA em Agronegócios pelo PECEGE/ESALQ e especialização em Manejo do Solo pela ESALQ/USP. Participou ainda de curso sobre Economia e Ciência do Café, na Itália, coordenado pela Illy Caffé e universidades parceiras.

Como membro do programa Nuffield, Victor vai estudar maneiras de melhorar as técnicas de análises de solo e plantas, além de sistemas de monitoramento da saúde do solo e das plantas, gerando informação para ajudar os produtores a terem sistemas mais sustentáveis.

A oportunidade de se tornar um Nuffieldiano está sendo concedida a Victor pelo pool formado pela Biotrigo Genética, CHT, Stara Indústria de Implementos Agrícolas, Ribersolos Laboratório de Análises do Solo e Foliar e doações dos Nuffieldianos de vários países.

O diretor da Biotrigo Genética, Ottoni Rosa-Filho, explica que já recebeu vários Nuffieldianos de outros países interessados em conhecer o trabalho da Biotrigo e, a partir dessas interações, vê motivos para participar diretamente do programa. “Nós valorizamos o conceito de capacitar brasileiros e solucionar os desafios do setor ao mesmo tempo. Por isso entramos como parceiros, para apoiar um brasileiro no programa Nuffield”, explica.

Mauro Nakata (Sorocaba, São Paulo)

Mauro Nakata é sócio da Piscicultura Cristalina há nove anos, empresa familiar com atividades de produção, processamento e distribuição de tilápias. Além da produção própria de cerca de 2.000 toneladas por ano, a Cristalina recebe tilápias de terceiros e também de uma associação de produtores familiares apoiada pela empresa.

Mauro é um dos fundadores da PeixeBR (Associação Brasileira da Piscicultura) e, desde sua fundação, em 2015, ocupa o cargo de tesoureiro. Também é membro do Compesca (Comitê da Cadeia Produtiva da Pesca e Aquicultura da FIESP) e diretor do Sipesp (Sindicato da Indústria da Pesca no Estado de São Paulo). Ele é graduado em Economia pela ESALQ/USP e realizou estudos na Universidade de Wageningen, na Holanda.

Como participante do programa Nuffield, vai pesquisar maneiras de acelerar o desenvolvimento da produção e da indústria da aquicultura no Brasil. Ao visitar países de vanguarda na piscicultura mundial, vai em busca de melhorias em genética, manejo e de sistemas de produção e de industrialização que proporcionem ganhos em escala, adição de valor e gerenciamento da qualidade de água, por exemplo.

O Grupo Bom Futuro é o responsável por viabilizar sua vaga no programa Nuffield. A exemplo da Biotrigo, O Grupo Bom Futuro também já recebeu Nuffieldianos do exterior e isso motivou a empresa a se tornar parceira efetiva da Nuffield.

Para José Maria Bortoli, um dos quatro sócios do Grupo Bom Futuro, uma das gigantes do agronegócio do Brasil, o “ganha-ganha” da proposta da Nuffield vem para o desenvolvimento da piscicultura e também para a capacitação de pessoas para liderarem o setor.

PROGRAMA – As atividades dos novos Nuffieldianos começam com uma semana na Conferência Mundial para os 78 novos participantes e outros selecionados de14 países (CSC) que, neste ano, acontece na Holanda. Na sequência, participarão da primeira grande rodada de viagens, o Global Focus Program. Durante seis semanas, em grupos de até 10 participantes, visitarão diferentes países. Posteriormente, cada um terá ainda de sete a oito semanas para viagens individuais com foco em seus projetos. No final do programa, os participantes devem apresentar um relatório escrito e, a partir de suas interações em curso, divulgar seus aprendizados de modo a promoverem implementação de soluções no mercado brasileiro.

Veja os relatórios já disponíveis

NUFFIELD FARMING - Nos últimos 70 anos, o programa da Nuffield tem inspirado pessoas a fazerem a diferença na agricultura de seus países. O programa é focado em capacitar produtores rurais e demais profissionais do setor, de diferentes países, por meio de viagens transformadoras, que aumentam seu conhecimento, habilidades e vontade de “fazer melhor”. Ao retornarem para suas comunidades, seus ambientes de trabalho, essas pessoas compartilham a “grande bagagem” que assimilaram.

Ao todo, a Nuffield International Farming Network já reúne cerca 1.800 participantes do programa integral (“Nuffieldianos”), além de milhares de outros que se integram à rede após terem participado das Conferências Anuais ou por serem sido aceitos como “membros” da instituição. Esses profissionais têm acesso a lideranças do setor agrícola mundial e grande potencial de aumentar o valor da cadeia de produção ao redor do mundo.

Imprensa:
Enviar matéria
Data de Publicação: 14/02/2018 às 13:40hs
Fonte: NuffieldBR
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio © Copyright 2013 Portal do Agronegócio. Desenvolvido por: