Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio

Argentina deve produzir mais trigo em 2018/19

O cereal deverá ser plantado em uma área de 6,1 milhões de hectares

A Argentina deverá produzir cerca de 20,1 milhões de toneladas (MT) de trigo na safra 2018/19, aponta relatório da consultoria argentina Agritrend, localizada na capital do país vizinho. O cereal deverá ser plantado em uma área de 6,1 milhões de hectares – mesma previsão da BCBA, a Bolsa de Cereais de Buenos Aires.

A safra 2017/18 totalizou uma produção foi de 18,5 MT, segundo a mesma consultoria, dos quais já foram negociadas com o exterior 10,8 MT em grão e 350 mil toneladas em farinha. Os moinhos adquiriram 3,26 milhões de toneladas, donde se conclui que a disponibilidade ainda existente no país é de aproximadamente 4,44 milhões de toneladas.

“Como os argentinos estiveram esta semana em São Paulo comprometendo 2,5MT para fornecer ao Brasil e a programação dos moinhos até o final do ano deve consumir outras 2,3 MT, prevê-se um déficit de aproximadamente 400 mil tons no quadro de oferta e demanda argentino, eventualmente coberto com os estoques iniciais, mas que deixariam o país sem estoques finais”, comenta a T&F Consultoria Agroeconômica.

Na visão do analista Luiz Fernando Pacheco, a competitividade argentina no Brasil está ameaçada pelos trigos norte-americanos e europeus. “Mesmo considerando-se os impostos de importação e taxas da Marinha Mercante que os trigos de fora do Mercosul são obrigados a pagar, vê-se claramente que a competitividade do trigo argentino está em sério risco, diante dos preços menos posto nos portos brasileiros do trigo dos EUA. Somente os trigos australianos e canadenses são mais caros que o argentino, postos no Brasil, atualmente”, conclui.

Imprensa:
Enviar matéria
Data de Publicação: 09/07/2018 às 09:40hs
Fonte: Agrolink
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio © Copyright 2013 Portal do Agronegócio. Desenvolvido por: