Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio

Aplicativo une caminhoneiros e transportadoras em comunidades de prevenção ao roubo de cargas

Está difícil conter o avanço das estatísticas de roubos de cargas no Brasil. No ano passado, segundo cálculos de entidades do setor de transportes, esse crime resultou em prejuízos da ordem de R$ 1,2 bilhão a motoristas e transportadoras. Enquanto os empresários da área reclamam da pouca efetividade da ação policial no combate aos bandidos, um aplicativo surge como alternativa para auxiliar na segurança de caminhoneiros nas estradas brasileiras.

O app, gratuito, funciona em tempo real mesmo nos locais não atendidos por redes de dados wifi, 2G, 3G e 4G. De acordo com a agência HYP, desenvolvedora do produto, iOkay favorece a formação de comunidades privadas de prevenção ao roubo de cargas. A um toque no dispositivo, assinala a empresa, o motorista informará a uma rede de proteção sua situação de momento: se está em segurança plena, sob ameaça de violência ou ‘em pânico’.

“O app potencializa a segurança do caminhoneiro e das empresas de transportes. Diante de uma atitude suspeita detectada na rodovia, por exemplo, a ferramenta pode conectar o caminhoneiro diretamente ao 190 da Polícia, antes ainda que uma ação de marginais seja consumada”, exemplifica a empresária Simone Rodrigues, investidora-anjo do app.

Motoristas que viajam frequentemente a áreas de risco, acrescenta ela, têm a opção de usar o iOkay acoplado aos aplicativos de localização waze e google maps.

“Ao entrar em uma zona mapeada como de risco iminente, o usuário recebe em tempo real uma mensagem de alerta do iOkay”, acrescenta a executiva.

Segundo Simone Rodrigues, o aplicativo iOkay foi concebido por três jovens publicitários da região de Campinas-SP e tem o download liberado nas lojas virtuais. Atualmente, ressalta ela, em torno de 45 mil brasileiros já são usuários do app, lançado oficialmente em meados de 2016 após um período de testes.

Até agora, de acordo com a empresária, cerca de R$ 1 milhão foram investidos na ferramenta. Ela acrescenta ainda que dados armazenados pela HYP indicam que entre os usuários do produto há também taxistas, frotistas, motoristas de carros-fortes, jovens e adolescentes e pais destes. “Outro diferencial do app é assegurar a privacidade. Diferentemente de outras ferramentas, iOkay não fica o tempo todo rastreando a localização do usuário”, finaliza Simone Rodrigues.

Como funciona o aplicativo iOkay?

• Quando um membro da rede deseja o status de segurança de outro, aperta um ícone do iOkay.
• Para responder, o alvo da solicitação escolhe um entre três botões: verde, amarelo ou vermelho. Verde = plenamente seguro; amarelo = imprevisto e vermelho = risco iminente e pedido de socorro. (O vermelho envia à rede um alerta com a localização precisa do usuário em risco.)
• Usuários ameaçados ou em situação de pânico, a um toque no aplicativo enviam também mensagens de texto, telefonam aos contatos ou acionam a Polícia Militar pelo 190.
• Função área de risco: toda vez que o usuário do iOkay se aproximar de áreas com índices de criminalidade ele é informado com a mensagem ‘Atenção, você acaba de entrar em uma área perigosa!’
• Sem sair do iOkay, o usuário se desloca por google maps, waze, gps e outros recursos do gênero, podendo acionar instantaneamente sua rede se conduzido a lugares ermos e/ou perigosos.
• iOkay conta com um algoritmo desenvolvido especialmente para aumentar a eficiência da bateria do smartphone nas situações de uso combinado do aplicativo com as ferramentas de gps.
• Vem aí o iOkay Premium, com acessórios como botão de pânico, pulseira-alerta de acidentes pessoais e status de saúde, entre outros recursos.

http://www.iokay.com.br/

Imprensa:
Enviar matéria
Data de Publicação: 15/03/2017 às 07:20hs
Fonte: Assessoria de Imprensa
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio © Copyright 2013 Portal do Agronegócio. Desenvolvido por: