Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio

A doce produção das abelhas gera oportunidade de renda a produtores de Araguari

A capacitação no processamento de mel e cera promovido no assentamento Bom Jardim, a cerca de 20 quilômetros de Araguari, foi uma realização do Sindicato Rural e Senar Minas que proporcionou aos participantes novos aprendizados sobre Apicultura. O local já possui produção, fator determinante para a realização da capacitação.

“Começamos o curso fazendo uma abordagem sobre a vida das abelhas e depois uma avaliação do local, estudando se há a possibilidade de implantação de novas colmeias. Observamos também a questão da fonte de água e se tem enxames próximos que podemos capturar, além de avaliar o potencial da florada. Também preparamos o material para viabilizar a montagem e a melhoria de um apiário”, explica o instrutor Sérgio Rheingantz Silveira.

Ainda segundo Sergio, aperfeiçoamento e especialização são importantíssimos para se ter um apiário e persistir na apicultura. Durante a capacitação, as pessoas se dividem em “é difícil, vou desistir; e é fácil, vou progredir” na criação das abelhas, especialmente porque descobrem que elas não trabalham sozinhas.

“A apicultura é uma parceria, porque se o produtor não tiver as técnicas e o manejo corretos a serem desenvolvidos com as abelhas, não dará certo. Esta é uma cultura muito detalhada, damos os conhecimentos básicos e mais alguns macetes que são aprendidos na prática. A criação de abelhas só vai para frente com o empenho de cada um e a dica é, no caso do assentamento, que o trabalho seja desenvolvido de forma conjunta na produção e comercialização dos produtos”.

E a intenção é justamente esta. Como a produção das abelhas se dá, em média nos meses de setembro a março, quando as chuvas são mais frequentes na região, a ideia é ganhar e aumentar a renda neste período. Para isto, os moradores do Assentamento Bom Jardim pretendem se unir e colher, da doce produção das colmeias, bons frutos.

“O curso foi maravilhoso, eu gostei demais. O bom é que a gente pensa que é de um jeito e é totalmente diferente. O curso despertou meu interesse e agora o objetivo é trabalhar com isto e eu vou atrás. Aqui no assentamento estamos organizando um grupo para criar uma cooperativa e, desta forma, ter uma renda a mais”, disse Luciene Maria Gonçalves de Morais.

A oportunidade ultrapassou a área do Assentamento. Filho de produtor rural, Roger Fernandes Vieira já esperava pelo curso há tempos, e pelo menos há 15 anos sonha em implantar na propriedade, que tem boas áreas de preservação, a cultura das abelhas.

“Ter um apiário era um sonho antigo e, por este motivo, mesmo antes do curso, já fui adquirindo os equipamentos e pesquisando a respeito. Agora o curso lapidou as informações que eu adquiri, e ter passado pela capacitação do Senar Minas vai agregar mais segurança a nossa produção. Temos grandes e boas perspectivas para o futuro”, comentou Roger, estudante de Medicina Veterinária.

Imprensa:
Enviar matéria
Data de Publicação: 17/10/2017 às 13:00hs
Fonte: FAEMG
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio © Copyright 2013 Portal do Agronegócio. Desenvolvido por: