Olá, Visitante Entre Cadastre-se EAD

Portal do Agronegócio

58ª Exposição Estadual Agropecuária terá bovinos, caprinos e equídeos para julgamentos e leilões

A 58ª Exposição Estadual Agropecuária será realizada em Belo Horizonte na próxima semana, entre 22 e 27 de maio e reunirá no Parque da Gameleira cerca de 1,2 mil animais entre bovinos, equídeos, ovinos e caprinos de criadores de Minas e de outros estados. Esses animais participarão dos tradicionais julgamentos que avaliam os exemplares que mais se aproximam do padrão morfológico ideal de cada raça, com premiações em diversas categorias. No caso dos equídeos será avaliado também o desempenho em pista, a exemplo do andamento. Além dos julgamentos serão realizados também leilões de 60 lotes de jumentos pêga e cavalos pônei e pequira, com estimativa de faturamento de R$ 600 mil.

A edição da exposição deste ano marca o aniversário de 80 anos do Parque da Gameleira, local de realização de diversos eventos do agronegócio ao longo do ano. A realização da exposição é da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) e sua vinculada Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), juntamente com o Sistema da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (Faemg).

O diretor-geral do IMA Marcílio de Sousa Magalhães ressalta a Exposição Estadual Agropecuária como evento de destaque no calendário do setor, pois constitui oportunidade para que os criadores apresentem aos agentes do setor e ao público em geral os resultados dos investimentos realizados para a melhoria genética dos rebanhos.

Bovinos - Minas Gerais possui o segundo maior rebanho nacional de bovinos, com cerca de 23,6 milhões de animais. Em 2017, o estado ocupou o quarto lugar no ranking nacional das exportações de carne bovina com US$ 598 milhões, ou 10% do total nacional. A China é o principal comprador do produto mineiro, com 41,4% do total das vendas externas.

Duas raças importantes estarão presentes na exposição. O senepol participará com cerca de 60 animais que têm como principais características o bom desempenho na produção de carne com ciclos de engorda curtos e a longevidade, explica o gerente comercial da Associação Brasileira dos Criadores de Bovinos Senepol, Glayson Bonconselho. No evento, destaque para comercialização de touros da raça.

Os animais da raça brahman estão sempre presentes na exposição. É uma raça voltada para a pecuária de corte e muito produtiva. De acordo com o presidente da Associação Mineira de Brahman, Adalberto Cardoso, o mercado está aquecido. “A arroba no atacado está em torno de R$ 140. A expectativa para este ano é que melhore em função do movimento forte de exportação da carne brasileira”, estima. Cerca de 30 exemplares da raça participarão dos julgamentos na pista do Parque da Gameleira.

Equídeos - Minas Gerais possui o maior plantel de equídeos do Brasil, com cerca de 758 mil animais. Além disso, o estado é berço de importantes raças como o campolina, mangalarga machador e jumento pêga. Neste ano participam pampa, mangalarga marchador, campolina, jumento pega, pônei e pequira. Andamento e morfologia estão entre os principais quesitos a serem julgados na exposição.

De acordo com o gerente comercial da Associação dos Criadores do Jumento Pêga, Guilherme Maciel, os criadores da raça têm procurado tipos de pelagem mais exóticas. “As pelagens exóticas do jumento pêga foram reconhecidas recentemente pelo Ministério da Agricultura, uma ótima oportunidade para criadores desses tipos de animais, que podem agora participar de exposições e concorrerem a prêmios. O jumento pêga é uma raça cada dia mais valorizada”, comemora.

Caprinos e ovinos - O consumo de carne de cabra e de ovelha, assim como de leite e derivados, tem crescido no Brasil. Neste mercado em ascensão, Minas Gerais ainda busca ampliar sua participação, pois atualmente ocupa a 10ª posição no ranking de criação de caprinos, com rebanho de 81,3 mil animais. Esses animais possuem grande capacidade de adaptação a climas variados. Na 58ª Exposição Estadual Agropecuária o público poderá conferir as raças de cabras saanen e alpina e de ovelhas Santa Inês e mestiças.

De acordo com o presidente da Associação dos Criadores de Caprinos e Ovinos do Estado de Minas Gerais (Accomig), Rivaldo Nunes da Costa, a caprinocultura vem apresentando crescimento gradativo que acompanha o mercado de consumo. Ele diz também que a entidade “trabalha junto ao IMA para fazer um ajuste na normativa de certificação de queijos de leite de cabras e ovelhas, o que vai facilitar a certificação de queijarias e laticínios com segurança”, argumenta.

Leilões de Equídeos – Dois pregões na 58ª. Exposição Estadual Agropecuária colocarão à venda 60 lotes de jumento pega, pônei e pequira, com estimativa de faturamento de R$ 600 mil. Os leilões serão realizados no tatersal do Parque da Gameleira. O de pônei e pequira em 25/5 às 21h e o de jumento pêga 26/5 às 18h.

Feira diversificada – Além das atrações com animais, a exposição terá uma agenda diversificada com galpões apresentando produtos da agroindústria como queijo e cachaça, que poderão ser adquiridos pelos consumidores; mostra de flores e de peixes ornamentais; minifazenda e eventos técnicos com cursos sobre diferentes temas.

Imprensa:
Enviar matéria
Data de Publicação: 17/05/2018 às 12:40hs
Fonte: Instituto Mineiro de Agropecuária
◄ Leia outras notícias
Portal do Agronegócio © Copyright 2013 Portal do Agronegócio. Desenvolvido por: